Scanner corporal vai se tornar item obrigatório nas academias

Equipamento faz sucesso nos Estados Unidos e deve chegar esse ano no Brasil

Publicado em 03/01/2017

Essa semana, com a virada do ano, milhões de pessoas fizeram as suas resoluções para 2017, uma delas com certeza está ligada ao corpo: perder peso, deixá-lo mais bonito ou melhorar o condicionamento físico. Para ajudar nessa empreitada, uma nova tecnologia tem feito sucesso nos Estados Unidos e esse ano promete chegar ao Brasil: scanner corporal 3D da Styku.

O equipamento possui uma câmera poderosa instalada em uma base de alumínio com o tamanho aproximado de um taco de beisebol, que extraí milhões de dados em menos de 30 segundos. Segundo uma reportagem do site da revista Exame, a máquina toma as medidas de superfície de sua cintura, peito e braços e em seguida monta um modelo 3D que pode ser girado, cortado e ampliado a partir de mais de 600 imagens infravermelhas. O scanner corporal permite visualizar o ganho muscular e a perda de gordura, e também descobre especificamente onde essa transformação se localiza.

A companhia lançou o equipamento em feiras durante o ano de 2015 após um programa piloto com academias menores. Desde então, o crescimento de vendas do aparelho subiu 550% e a máquina passou a habitar mais de 350 estabelecimentos em 25 países em todo o mundo.

Recentemente, o scanner foi introduzido na Coreia do Sul e no Reino Unido, e em breve será lançado em academias selecionadas do Brasil.

Foto: Divulgação