Ex-Google transforma robôs em figuras divinas

Anthony Levandowski fundou até uma nova religião

Publicado em 28/09/2017
Imagem de um humanoide

Há diversas correntes que acreditam que, no futuro, robôs tomarão conta do mundo, transformando os humanos em uma subcategoria. Se adiantando quanto a esse acontecimento, Anthony Levandowski, que foi um dos pilares do Google e do Uber, resolveu fundar uma religião onde os robôs são figuras divinas. 

Foi o repórter Mark Harris, que escreve para o Backchannel, quem descobriu o envolvimento de Levandowski na criação da organização religiosa que tem os robôs como deuses. Batizada de Way of the Future, a entidade foi registrada em setembro de 2015, mas pouco se sabe sobre suas intenções.

A papelada de fundação indica apenas que a ideia da Way of the Future é "desenvolver e promover a realização de uma divindade baseada em inteligência artificial", e que ela pretende, "através de conhecimento e devoção à divindade, contribuir para a melhoria da sociedade".

A reportagem do Backchannel, com base em entrevista com pessoas próximas, revelou que o ex-Google sempre teve uma certa obsessão pela ideia de que um dia iria controlar a Terra, e os robôs eram o meio de fazer isso.

"Ele falava sobre começar um novo país em uma ilha. E a grande questão é que ele sempre tinha um plano secreto", comentou um conhecido de Levandowski. 

Trocas de mensagens entre ele e Travis Kalanick, fundador e ex-CEO da Uber, reafirmam a história. "Nós vamos tomar o mundo. Um robô de cada vez". 

Foto: Pixabay